Acisa recebe Circuito de Gestão e Inovação no Agronegócio
ACISA
Passo Fundo, Brasil
há 6 dias
source : Jobnos

Na última terça-feira (28), Passo Fundo recebeu a segunda etapa do Circuito de Gestão e Inovação no Agronegócio 2019. A iniciativa, desenvolvida pelo Instituto de Educação no Agronegócio (I-

UMA), busca reunir formadores de opinião que integram o sistema produtivo gaúcho. No município, a atividade foi realizada na sede da Associação Comercial, Industrial, de Serviços e Agronegócio (Acisa).

Conduzido pelo tema central Os desafios e prioridades para uma produção agropecuária sustentável e mais eficiente , o evento contou com quatro palestras.

Nelas, foram abordados assuntos que reúnem conhecimento, tecnologia, produção e gestão no agronegócio.

Rio Grande do Sul, um estado de oportunidades

A primeira palestra, ministrada pela presidente do Badesul, Jeanette Lontra, tratou sobre Rio Grande do Sul, um estado de oportunidades .

Dentro deste contexto, Jeanette destacou a importância e relevância do Badesul no desenvolvimento do estado. Além disso, abordou a inovação, sustentabilidade e novos setores em crescimento.

Para Jeanette, o agronegócio é a principal fonte de economia do estado e para continuar crescendo é necessário investir em inovações.

Para podermos melhorar o nosso agronegócio precisamos inovar. Temos que ter condições de competir com outros , afirmou.

Somente no agronegócio, o Badesul já investiu em 2,4 milhões de projetos de irrigação, armazenagem, recuperação de solo e infraestrutura rural.

Para Jeanette, o agronegócio é a principal fonte de economia do estado e para continuar crescendo é necessário investir em inovações.

O desenvolvimento regional nas cadeias produtivas do agronegócio

Em seguida, o presidente da Acisa, Evandro Silva, e a diretora de agronegócio da associação e integrante do Conselho Executivo da Cotrijal, Fabiana Venzon, falaram sobre O desenvolvimento regional nas cadeias produtivas do agronegócio .

Para Fabiana, esse processo passa por uma estratégia de mobilização das potencialidades regionais, de parcerias competentes e comprometidas dos setores públicos e privado.

No agronegócio, Fabiana destaca a grande relevância do estado neste setor. A histórica vocação do RS como estado agrícola sempre nos trouxe reconhecimento nacional e internacional.

O Brasil é o segundo maior produtor mundial de alimentos, perdendo apenas para o gigante americano, usando uma parte muito menor do território e preservando as riquezas naturais.

Nos anos 70, nós gaúchos éramos o maior produtor agrícola brasileiro, hoje somos o terceiro , afirma.

Os principais motivos para essa queda, além da limitação territorial, se deve à precariedade na infraestrutura, especialmente nos modais de logística, e a elevada carga tributária que castiga o setor produtivo e desestimula investimento, geração de empregos e a industrialização desses produtos agrícolas que poderia gerar um enorme valor agregado em toda a cadeia produtiva , salientou Fabiana.

No agronegócio, Fabiana destaca a grande relevância do estado neste setor.

Ainda, a diretora indagou as novas mudanças na agricultura brasileira. Temos observado neste último ano safra um aumento no custo de produção, uma estagnação na rentabilidade, principalmente na soja que é nossa principal renda.

Portanto, precisamos aprender a trabalhar com esse novo senário , finaliza.

Para Silva, há algumas necessidades que precisam ser trabalhadas. Devemos ampliar a diversidade e diversificar a nossa matriz produtiva, investir em um polo tecnológico regional, investir em logística, fazer instituições de ensino para a qualificação de mão de obra, pesquisas e desenvolvimento de novas tecnologias focadas neste novo momento e melhor relação entre o poder público e o privado , finaliza.

Para Silva, há algumas necessidades que precisam ser trabalhadas.

BRDE PCS Produção e consumo sustentáveis

O gerente regional do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), Alexandre Platonow de Barros, abordou o tema "BRDE PCS -

Produção e Consumo Sustentáveis". De acordo com o palestrante, este programa foi criado para relacionar as políticas públicas nacionais e internacionais de responsabilidade socioambiental, visando pautar a aplicação de recursos em projetos de investimentos para o desenvolvimento sustentável na região Sul do Brasil.

Barros afirma que a preocupação socioambiental no BRDE é antiga. Fomos o primeiro banco a exigir Licença Ambiental para financiar projetos empresariais e agropecuários.

Empregamos e cobramos práticas sustentáveis , ressalta.

O programa também viabiliza, com recursos de fontes nacionais e internacionais, empreendimentos nas áreas do agronegócio, indústria, comércio e serviços.

  • Para isso, conta com cinco subprogramas integrados : energias limpas e renováveis; uso racional e eficiente da água; gestão de resíduos e reciclagem;
  • agronegócio sustentável e cidades sustentáveis.

    Barros afirma que a preocupação socioambiental no BRDE é antiga.

    Responsabilidade ambiental e seus aspectos relevantes

    A última palestra, ministrada pelo advogado e sócio da Bussolotto Advocacia, Leonardo Bussolotto, tratou sobre Responsabilidade ambiental e seus aspectos relevantes .

    Para Bussolotto, este é um tema de grande relevância. Estamos acomodados e isto está nos levando para um caminho equivocado.

    Ao passo que nós aceitamos a questão ambiental da sua origem sem as suas premissas básicas nós vamos retroagir , destacou.

    Além disso, o advogado afirma que estamos engatinhando no direito ambiental e no desenvolvimento sustentável.

    Bussolotto afirma que estamos engatinhando no direito ambiental e no desenvolvimento sustentável.

    Sobre o evento

    Em 2019, estão previstas sete edições do Circuito de Gestão e Inovação do Agronegócio. Além de Passo Fundo, os municípios de Santa Cruz do Sul, Pelotas, São Gabriel, Esteio, Bagé e Dom Pedrito receberão o evento.

    Os encontros acontecem mensalmente na última terça-feira de cada mês. O roteiro terá uma abrangência de aproximadamente 200 municípios.

    O evento itinerante leva palestras temáticas técnicas e de mercado atendendo as peculiaridades regionais de produção, de mercado e de negócios, de forma que todos os agentes das cadeias produtivas do estado sejam os grandes beneficiados.

    Desde a primeira edição, em 2014, a atividade teve uma abrangência em torno 350 municípios e mais de 5 mil participantes.

    Circuito de Gestão e Inovação do Agronegócio 2019Circuito de Gestão e Inovação do Agronegócio 2019Circuito de Gestão e Inovação do Agronegócio 2019

    Circuito de Gestão e Inovação do Agronegócio 2019Circuito de Gestão e Inovação do Agronegócio 2019Circuito de Gestão e Inovação do Agronegócio 2019

    Circuito de Gestão e Inovação do Agronegócio 2019Circuito de Gestão e Inovação do Agronegócio 2019

    Publicada em : 29 / 05 / 2019, por Assessoria de Imprensa Acisa

    Inscreva-se
    Adicionar aos favoritos
    Remover dos favoritos
    Inscreva-se
    Meu e-mail
    Ao clicar em "Continue", você concorda que a neuvoo coleta e processa seus dados pessoais, que você forneceu neste formulário, para criar uma conta neuvoo e assinar nossos alertas por e-mail, de acordo com nossa Política de Privacidade . Você pode retirar seu consentimento a qualquer momento, seguindo estas etapas .
    Continue
    Formulário de candidatura